• Início
  • Notícias
  • STF mantém pena de prefeito de Aral Moreira condenado por tráfico

Prefeito de Aral Moreira Alexandrino Garcia perdeu recurso no STF e segue condenado por tráfico de drogas

STF mantém pena de prefeito de Aral Moreira condenado por tráfico

Imagem: Reprodução
O ministro Gilmar Mendes, do STF (Supremo Tribunal Federal), negou recurso ao atual prefeito de Aral Moreira Alexandrino Arévalo Garcia (PSDB) e manteve a condenação dele a quatro anos e oito meses de prisão por tráfico de drogas. Na mesma decisão, Mendes também negou pedido da defesa para suspender o início da pena e manteve o cumprimento em regime fechado. Preso pela Polícia Federal na Operação Materello, em fevereiro de 2016 quando era vereador, Alexandrino foi condenado inicialmente a sete anos de prisão, mas recorreu e conseguiu reduzir a pena. Mesmo sentenciado por fazer parte de quadrilha internacional de tráfico de drogas, ele não cumpriu um dia sequer da pena. Em outubro de 2016, foi eleito prefeito da cidade de 10.500 habitantes. Segundo a denúncia do MPF (Ministério Público Federal), Alexandrino parte de organização criminosa que mandava droga para a Europa através do Porto de Santos.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados