• Início
  • Notícias
  • Palmeiras perde, mas faz valer vantagem e está na final da Libertadores

Palmeiras não conseguiu repetir o bom jogo na ida, mas segurou a classificação

Palmeiras perde, mas faz valer vantagem e está na final da Libertadores

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Agência Palmeiras
River Plate fez 2 a 0, insuficiente para reverter o placar agregado e a classificação verde no Allianz Parque
 
A Copa Libertadores tem, pelo menos, um time brasileiro na decisão. O Palmeiras avançou para, pela quinta vez, decidir o título da principal competição de clubes do Continente ao eliminar o River Plate-ARG nesta terça-feira (12). A vaga, porém, veio graças a larga vantagem conquistada com a vitória por 3 a 0 na partida de ida. Agora, em São Paulo, os argentinos foram superiores, dominaram os mais de 100 minutos de jogo, e venceram por 2 a 0, gols de Rojar e Borré ainda no primeiro tempo (veja abaixo). O resultado, porém, foi insuficiente para mudar a classificação verde.
 
Agora o Palmeiras espera o adversário da partida do dia 30 de janeiro, sábado, no Estádio do Maracanã. Santos e Boca Juniors-ARG se enfrentam na Vila Belmiro nesta quarta-feira (13). Como empataram sem gols na ida, o vencedor avança para decisão. Novo empate em 0 a 0 a disputa vai para os pênaltis e no caso de empates com gols, a vaga é argentina.
 
O jogo
 
A necessidade de reverter a larga vantagem do Palmeiras fez o River Plate tomar as rédeas do jogo logo nos primeiros minutos no Allianz Parque, trabalho facilitado pela desorganização do Palmeiras, bem diferente do primeiro jogo, apesar da mesma formação. Ainda assim, em jogada de contra-ataque, Rony teve a oportunidade de abrir o placar ao sair livre na cara de Armani, mar perdeu a abola ao tentar driblar o goleiro argentino. 
 
Aos 28 minutos, o River justificou a melhor partida. De La Cruz cobrou escanteio e Robert Rojas, de cabeça, mandou a bola no ângulo de Weverton, sem defesa. O gol adversário desarticulou ainda mais o Palmeiras que torcia para o primeiro tempo acabar sem levar o segundo, o que acabou acontecendo aos 43 minutos. Outro cruzamento de De La Cruz pela direita, a zaga não cortou e Borré, livre na pequena área, só completou para as redes de cabeça.
 
VAR em campo
 
Na etapa final, a superioridade do River seguiu e o gol que igualaria o placar agregado até saiu aos seis minutos. Montiel recebe cruzamento livre pela direita e bate cruzado. Na checagem do lance pelo árbitro de vídeo, porém, o lance foi invalidado por impedimento de Borré no início da jogada. A situação para o Palmeiras poderia ter ficado mais tranquila quando o zagueiro Rojas foi expulso aos 28 minutos, mas o time argentino, mesmo com um jogador a menos continuou dominando.
 
Tanto que, dois minutos depois, poderia mais uma vez ter ampliado a vantagem. Matías Suárez recebe a bola na grande área, corta para a esquerda e cai na disputa de bola com o zagueiro Alan Empereur. O árbitro chega a marcar o pênalti, mas volta atrás após checagem do lance no vídeo. Depois, o Palmeiras tentou controlar a vantagem, teve duas oportunidades em contra-ataques para marcar, desperdiçadas, e sofreu até o fim para pode comemorar a classificação, mesmo com a derrota por 2 a 0. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados