• Início
  • Notícias
  • Mourão diz ter se surpreendido com fim da produção da Ford no Brasil

Mourão diz ter se surpreendido com fim da produção da Ford no Brasil

O vice-presidente, general Hamilton Mourão, disse ontem que o encerramento da fabricação de veículos da Ford no Brasil “não é uma notícia boa”. O político disse, ao sair do Palácio do Planalto, que foi surpreendido com a decisão.
 
“Eu acho que a Ford ganhou bastante dinheiro aqui no Brasil e me surpreende essa decisão que foi tomada aí pela empresa”, declarou.
 
 
Mourão lembrou que a empresa está no Brasil há quase 100 anos e afirmou que a fabricante poderia ter postergado a decisão. “Eu acho que ela poderia ter retardado isso daí mais e aguardado. Até porque o nosso mercado consumidor é muito maior do que outros aí”, disse.
 
Ford anunciou nesta 2ª feira o encerramento da fabricação de veículos no Brasil por “perdas significativas” nos últimos anos. A medida fechará as fábricas de Camaçari (BA), Taubaté (SP) e da Troller (Horizonte, CE) ao longo de 2021. Aproximadamente 5.000 empregos podem ser comprometidos. Eis a íntegra do anúncio (88 KB).
 
O texto afirma que a pandemia de covid-19 amplia e persiste capacidade ociosa da indústria e a redução das vendas, “resultando em anos de perdas significativas”. A companhia manterá no Brasil a sede administrativa da América do Sul, o Centro de Desenvolvimento de Produto e o Campo de Provas.
 
De acordo com a fabricante de veículos, a empresa continua comprometida com os consumidores no Brasil com a nova picape Ranger, a Transit e outros modelos. Há planos também de lançar automóveis elétricos.
 
A Ford afirmou que vai manter as vendas, a assistência total ao consumido, os serviços, a comercialização de peças de reposição e a garantia para seus clientes no Brasil e na América do Sul. A empresa também manterá o Centro de Desenvolvimento de Produto, na Bahia, o Campo de Provas, em Tatuí (SP), e sua sede regional em São Paulo.
 
A companhia foi uma das pioneiras na produção de automóveis do país. Em 1919, fabricou o Modelo T.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados