Túlio Gadelha fala sobre cirurgia de Fátima Bernardes

O deputado federal Túlio Gadelha (PDT-PE) usou as redes sociais para tranquilizar os fãs de Fátima Bernardes ao contar que a cirurgia pela qual a namorada passou para a retirada de um câncer no útero deu certo.
 
Em seu stories no Instagram, ele agradeceu o apoio e as orações e disse que se tudo permanecer bem a apresentadora pode ter alta ainda nesta segunda-feira, 7.
 
Fátima Bernardes descobriu a doença recentemente e anunciou que se afastaria da Globo na última quarta-feira, 2, para cuidar da saúde.
 
“Estou bem. Depois de uma série de exames de rotina, hoje recebi o diagnóstico de um câncer de útero em estágio inicial. Vou me afastar por uns dias do trabalho pra fazer a cirurgia. Como sempre usei minhas redes com total franqueza e verdade, preferi eu mesma passar essa informação para todos que me acompanham. Enquanto isso, aproveito o aconchego dos meus pais, filhos, do meu amor e dos amigos próximos. E já agradeço pelo carinho, pelas boas energias de todos aqui. Logo, logo estarei de volta para nossos encontros”, escreveu Fátima Bernardes.
 
O que é o Câncer do colo do útero?
É um tipo de câncer que demora muitos anos para se desenvolver. As alterações das células que dão origem ao câncer do colo do útero são facilmente descobertas no exame preventivo. Conforme a doença avança, os principais sintomas são sangramento vaginal, corrimento e dor. O colo do útero é a parte do útero localizada no final da vagina. Por localizar-se entre os órgãos externos e internos, fica mais exposto ao risco de contrais doenças.
 
Causas
A principal causa é a infecção por alguns tipos de vírus chamados de HPV – Papiloma Vírus Humano. Fatores como o início precoce da atividade sexual, a diversidade de parceiros, o fumo e a má higiene íntima podem facilitar a infecção.
 
Prevenção
A melhor maneira de se prevenir é fazendo o exame preventivo (Papanicolaou). As lesões que precedem o câncer do colo do útero não têm sintomas, mas podem ser descobertas por meio do Papanicolaou. Quando diagnosticado na fase inicial, as chances de cura são de 100%. Vacinar-se contra o HPV também é uma medida eficaz para a prevenção do câncer de colo uterino. As vacinas disponíveis são bivalente e a quadrivalente.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados