• Início
  • Notícias
  • Menina atingida por tiro de fuzil respira com ajuda de aparelhos

SUV Toyota crivada de tiros de fuzil no ataque de sexta-feira em Pedro Juan Caballero

Menina atingida por tiro de fuzil respira com ajuda de aparelhos

Por Da Redação
Imagem: Capitán Bado.com
 
A menina de seis anos que teve o nariz dilacerado por tiro de fuzil durante ataque de pistoleiros na sexta-feira (20) segue internada na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Universitário em Dourados. De acordo com a assessoria do HU, até ontem a criança permanecia respirando com ajuda de aparelhos e com quadro geral estável.
 
Ela brincava na varanda de casa em Pedro Juan Caballero, a 50 metros do local do ataque, quando foi atingida por um dos tiros. Levada para o hospital em Ponta Porã, foi transferida imediatamente para Dourados, onde ficam as unidades hospitalares mais bem equipadas da região.
 
O alvo do ataque foi o paraguaio Fredy Enchagüe Bordon, 22. Ele dirigia uma SUV Toyota blindada quando foi atingido por vários tiros disparados por quatro pistoleiros – três usavam fuzis e um disparou com uma pistola 9 milímetros.
 
A blindagem não resistiu ao poder de fogo e Fredy foi alvejado por vários disparos. A suspeita é que ele seria contador do tráfico de drogas na Linha Internacional.
 
No sábado, três paraguaios, integrantes do PCC (Primeiro Comando da Capital), foram presos como suspeitos do ataque. Em três celulares apreendidos com eles a polícia encontrou fotos e vídeos em que os suspeitos ostentam armamento pesado e enaltecem a facção criminosa.
 
No celular de um dos três suspeitos foi encontrado vídeo mostrando um fuzil e as letras “PCC” e a frase “tudo 3” escritas com notas de dólares e guaranis. “Três” é como a facção é chamada entre seus integrantes.
 
Alex Rodrigo Ferreira Moreira, Pedro Andrés Rotela e Richard Domingo Campuzano também tinham vídeos e fotos de fuzis automáticos e pistolas, mesmo tipo de armamento usado no ataque contra Fredy Bordon. Pelo menos 12 homens em três caminhonetes participaram do ataque.
 
O comissário Feliciano Martinez, chefe de investigações da Polícia Nacional em Pedro Juan Caballero, informou que na cintura de um dos presos foram encontrados R$ 12 mil, supostamente parte do pagamento pela execução de Fredy Bordon.
 
A polícia acredita ainda que o Hyundai Santa Fé preto, abandonado ao lado da Toyota fuzilada, era um dos veículos usados pelos pistoleiros. Dentro do carro foram encontrados 48 mil reais. Na SUV usada por Fredy havia uma caixa com dólares. O valor não foi informado.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados