• Início
  • Notícias
  • Alan Guedes derrota Barbosinha e é eleito prefeito com 34.242 votos

Os candidatos Alan Guedes e dr. Guto, da coligação “Respeito por Dourados”, seguram a bandeira do município, ontem à noite, após o término da apuração dos votos que os elegeram prefeito e vice -prefeito

Alan Guedes derrota Barbosinha e é eleito prefeito com 34.242 votos

Por Da Redação
Imagem: Leandro Silva
 
Barbosinha afirma que democrata, como sempre foi, diz que é hora de acatar o resultado das urnas e cumprimentar os vencedores. “Ao prefeito eleito, os melhores votos de sucesso e boa sorte. Que Deus o guie ao longo da jornada”.
Candidato do PP derrotou Barbosinha por 2.592 votos e hoje e espera muito trabalho para reconstruir a cidade
 
Aos 34 anos de idade, o vereador Alan Guedes (PP) foi eleito ontem prefeito de Dourados, a mais importante cidade do interior de Mato Grosso do Sul. Ele derrotou nas urnas o deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), que tinha na sua coligação oito partidos e o apoio dos principais caciques políticos de Dourados, entre eles o governador Reinaldo Azambuja.
 
Conforme a apuração oficial do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Alan Guedes teve 34.242 votos e Barbosinha recebeu 31.650 votos. A vantagem de Alan foi de 2.592 votos.
 
Em terceiro ficou Racib Harb (Republicanos) com 11.410 votos. Em quarto ficou o candidato do PSL Mauro Thronicke (PSL) com 10.496 votos. Em quinto ficou João Carlos, o Joca, do PT, com 9.662 votos. O candidato do PTB Wilson Matos ficou na sexta posição com 5.667 votos e Jeferson Bezerra (PMN) recebeu 344 votos.
Advogado e bacharel em relações internacionais, Alan Guedes está no segundo mandato na Câmara. Foi o quarto mais votado na eleição em 2016 com 2.897 votos. Também disputou a eleição para deputado federal em 2018 e obteve 11.145 votos no Estado, 8.742 só em Dourados.
 
Em janeiro de 2019, assumiu a presidência da Câmara em um dos momentos mais críticos do Legislativo, com quatro vereadores afastados depois de serem presos por corrupção envolvendo recursos públicos.
 
CORAÇÃO LEVE
Em entrevista ontem à noite logo após ser declarado eleito, Alan Guedes lembrou das dificuldades que enfrentou na campanha por falta de dinheiro e por causa dos ataques que recebeu do principal adversário, mas disse estar com o coração leve e focado apenas em definir o plano de trabalho para reconstruir Dourados.
O prefeito eleito afirmou que para muitos era uma vitória improvável, mas que ele e seu vice, o médico Guto Moreira (PL), acreditavam que poderiam vencer. “A gente sabia o que estava fazendo, sabia o sentimento que encontrava na rua e principalmente o que a cidade esperava”.
Alan Guedes disse que o foco é a questão estrutural do município. A cidade enfrenta grave crise na saúde. Em plena pandemia do novo coronavírus, no fim de semana faltou médico no Hospital da Vida. As ruas estão tomadas de buracos e o mato cresce até nos canteiros centrais da mais importante cidade do interior de MS.
 
“Tínhamos pesquisa interna apontando que a gente oscilava entre 3 e 4 pontos atrás do Barbosinha, mas com a margem de indecisos alta e maior rejeição por parte dele. Com essa leitura, a gente sabia que era possível vencer”.
 
Alan Guedes disse que os recursos da campanha foram tão pequenos que não foi possível encomendar pesquisa para fazer propaganda em cima dos números. “Fica o recado para os institutos de pesquisa que precisam trabalhar com mais seriedade, respeitar a vontade do cidadão e não induzir as pessoas ao erro sobre quem está na frente o quem não está”. No sábado, pesquisa do Instituto Ranking apontou Barbosinha com 15% de vantagem.
 
“Mas agora acabou a eleição, vamos pensar em Dourados. Amanhã [hoje] já começa o trabalho, temos que começar a preparar a transição. Não vai ser fácil, em momento nenhum da campanha a gente disse que seria fácil, mas nós vamos superar os problemas que são muitos. Tenho convicção que o douradense vai se orgulhar do nosso trabalho”, afirmou Alan Guedes.
 
BARBOSINHA
 
O candidato derrotado se manifestou sobre o resultado da eleição através de nota enviada pela assessoria da campanha. Reconheceu a vitória do adversário e agradeceu aos eleitores.
 
“Desde que iniciei na vida pública, sempre soube admitir circunstâncias e momentos e enfrentei, sempre também de cabeça erguida, os desafios que a mim foram apresentados. Disputar a Prefeitura de Dourados, nas eleições deste 15 de novembro de 2020, foi mais um dos desafios que assumi”, afirmou.
 
O deputado continua: “Incumbido pelo meu partido de encabeçar esse projeto, palmilhei cada bairro, distrito e aldeias indígenas da minha cidade. É agora o momento de agradecer. A Dourados e a todos que comigo trilharam esse propósito. Aos candidatos a vereador da coligação ‘Reconstruir é o desafio’, ao meu vice Valdenir Machado, a todos que levantaram a nossa bandeira e aos 31.650 douradenses que fizeram essa opção”.
 
Barbosinha afirma que democrata, como sempre foi, diz que é hora de acatar o resultado das urnas e cumprimentar os vencedores. “Ao prefeito eleito, os melhores votos de sucesso e boa sorte. Que Deus o guie ao longo da jornada”.
 
 
 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados