Com mais uma vitória, Hamilton pode ser campeão já na próxima prova, na Turquia

Hamilton vence em Imola e vê heptacampeonato mais perto

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/Mercedes-AMG F1
Inglês precisa terminar próxima prova entre as três primeiras posições
 
Falar de recordes de Lewis Hamilton na temporada 2020 de Fórmula 1 perdeu a graça. Agora, é mais um título na visão do piloto após vitória neste domingo (1) no Grande Prêmio da Emilia-Romagna, no Circuito de Imola, na Itália. O inglês ajudou a Mercedes a garantir o inédito heptacampeonato consecutivo de construtores com mais uma dobradinha. Valtteri Bottas, que havia largado na pole e liderado as primeiras voltas, terminou em segundo e Daniel Ricciardo completou o pódio, em terceiro, com a Renault.
 
A vitória, 93ª na carreira de Hamilton, coloca a possibilidade de heptacampeonato como real já na próxima corrida, em duas semanas, na Turquia. Para isso basta terminar em uma das três primeiras posições ou mesmo em quarto se conquistar o ponto extra com a volta mais rápida da prova. 
 
A mais que provável conquista é dividida com a equipe. "É impressionante agora. Eu olho para minha equipe e penso em todos em Brackley - eles são os heróis anônimos. As pessoas que assistem em casa podem pensar que estamos acostumados com isso, mas participar da quebra de um recorde (sete títulos) como esse é incrível”, disse Hamilton após a prova.
 
Nas demais posições que pontuam, Daniil Kvyat, da AlphaTauri, foi o quarto colocado. Charles Leclerc levou a Ferrari ao quinto lugar. Também pontuaram, da sexta à décima colocações, Sergio Pérez (Racing Point), Carlos Sainz Jr. (McLaren), Lando Norris (McLaren), Kimi Raikkonen (Alfa Romeo) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo).
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados