• Início
  • Notícias
  • Mesmo com dez, Águia Negra vence Vitória e ronda G4 do grupo

Águia Negra segurou a vitória mesmo com um jogador a menos em quase todo o segundo tempo

Mesmo com dez, Águia Negra vence Vitória e ronda G4 do grupo

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Franz Mendes
Time de Rio Brilhante fez 2 a 1, gols de Gugu e Vinicius, com Oliveira descontando
 
O EC Águia Negra voltou a rondar a zona de classificação na Série D do Campeonato Brasileiro. Neste domingo (25), pela nona rodada da primeira fase, o time de Rio Brilhante recebeu o Vitória-ES e venceu por 2 a 1, ganhando posições importantes na classificação. Gugu e Vinicius marcaram os gols rubro-negros no primeiro tempo, com Oliveira descontando no segundo.
 
O resultado levou o Águia provisoriamente para a quarta posição com 13 pontos e torce contra o Goiânia-GO que, na quarta-feira, encerra a rodada recebendo o Operário VG-MT, para se manter no G4. O Vitória segue na lanterna com seis pontos.
 
O jogo
 
O Águia Negra aproveitou o fato de jogar no Estádio Ninho da Águia e abriu o placar logo aos cinco minutos. O lateral William recebeu pela direita e bateu cruzado. A bola passou por todo mundo, bateu na trave e voltou para Gugu, na linha da pequena hora, bater no canto e fazer 1 a 0. O segundo veio aos 29 minutos em jogada bem trabalhada por todo o setor esquerdo. No cruzamento de Rafael Franco, a zaga afastou parcialmente e Vinicius, da entrada da área, acertou uma bomba no ângulo, marcando um golaço. A vantagem no primeiro tempo poderia ter sido maior. Aos 42 minutos, em jogada em velocidade, Gugu foi derrubado na área. Pênalti que Vinicius foi para a cobrança, mas mandou a bola para fora.
 
A tranquilidade do primeiro tempo virou preocupação no segundo logo aos cinco minutos. Em um lance no meio campo, Pedro fez falta desnecessária, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um jogador a menos, o Águia perdeu força e o Vitória passou a atacar mais, porém as chances criadas não eram aproveitadas. Até que aos 40 minutos, o gol capixaba saiu. Pela direita, o zagueiro Barbosa fez o cruzamento e, de cabeça, Oliveira cabeceou sem chances para Tafine, diminuindo. Mas ficou nisso e o placar de 2 a 1 foi até o fim.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados