• Início
  • Notícias
  • Hamilton leva GP de Portugal e se torna maior vencedor da Fórmula 1

Com dificuldade no começo, Hamilton assumiu a ponta na volta 20 e foi até o fim na frente

Hamilton leva GP de Portugal e se torna maior vencedor da Fórmula 1

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/Mercedes-AMG F1
Inglês dispara na classificação e pode conquistar título da temporada em duas corridas
 
Agora é oficial. Lewis Hamilton é o maior vencedor da história da Fórmula 1. Neste domingo (25) o inglês venceu o Grande Prêmio de Portugal, sua 92ª vitória na categoria, deixando o alemão Michael Schumacher, com 91 vitórias, para trás. A primeira posição deixou o atual hexacampeão ainda mais próximo de mais um título. Valtteri Bottas, seu companheiro na escuderia Mercedes, terminou em segundo e Max Verstappen, da Red Bull Racing, foi o terceiro.
 
Após a corrida, Hamilton dividiu os créditos por mais um recorde com a equipe. "Eu devo isso à Mercedes e todos na fábrica. É um privilégio trabalhar com eles. O que eu conquistei hoje era antes um sonho. Vai levar um tempo para a ficha cair. Não tenho muitas palavras no momento", afirmou o piloto.
 
Corrida
 
Nas primeiras voltas, Hamilton teve dificuldades com os pneus e chegou a ser superado por Bottas e o espanhol Carlos Sainz Jr., da McLaren, que chegou a andar na liderança, sendo depois ultrapassado pelos dois pilotos da Mercedes. Na 20ª volta, Hamilton tomou a ponta de Bottas e seguiu na frente até a bandeirada final.
 
Também marcaram pontos, da quarta à décima colocações, Charles Leclerc (Ferrari), Pierre Gasly (AlphaTauri), Carlos Sainz Jr. (McLaren), Sergio Pérez (Racing Point), Esteban Ocon (Renault) Daniel Ricciardo (Renault) e Sebastian Vettel (Ferrari).
 
Classificação
 
Foi a oitava vitória no ano de Hamilton, chegando a 256 pontos contra 179 de Bottas. Com isso, o inglês abre a possibilidade de conquistar o heptacampeonato mundial daqui a duas corridas, na Turquia.
 
Após fazer a quarta dobradinha em 12 corridas no ano, a Mercedes também se aproximou do heptacampeonato mundial de construtores. Agora, a equipe alemã lidera a tabela com 435 pontos contra 226 da vice-líder RBR. São 209 pontos de vantagem com 220 em jogo, e, com isso, a Mercedes poderá assegurar o título na próxima corrida, em Imola.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados