• Início
  • Notícias
  • Justiça Eleitoral já aprovou os 7 candidatos a prefeito de Dourados

Os candidatos Barbosinha e Alan Guedes estão liderando as pesquisas de intenção de voto

Justiça Eleitoral já aprovou os 7 candidatos a prefeito de Dourados

Por Helio de Freitas
Campo Grande News
Imagem: Arquivo
A Justiça Eleitoral aprovou os sete candidatos a prefeito que disputam o voto dos douradenses nas eleições de 2020. Pela primeira vez desde a redemocratização do País, Dourados terá esse número de postulantes concorrendo ao cargo ocupado desde janeiro de 2017 pela prefeita Délia Razuk (sem partido).
 
Os candidatos são, por ordem alfabética, Alan Guedes (PP), Jeferson Bezerra (PMN), José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), João Carlos, o Joca (PT), Mauro Thronicke Rodrigues (PSL), Racib Harb (Republicanos) e Wilson Matos (PTB).
 
Também já foram deferidos os sete candidatos a vice-prefeito: Carlos Augusto Moreira, o Doutor Guto (PR), vice de Alan Guedes; Messias de Souza Vieira (PMN), vice de Jeferson; Valdenir Machado (PSDB), vice de Barbosinha; Lourdes Castro (PT), vice de João Carlos; João Fabiano Davansso (PSL), vice de Mauro; Dilvania Todescato (Republicanos), vice de Racib, e Leonardo Pescinelli Martins, o Professor Léo (PDT), vice de Wilson Matos.
 
Dos 356 candidatos a vereador que pediram registro de candidatura, 246 já foram deferidos, 104 estão aguardando julgamento, cinco foram indeferidos e uma candidata desistiu da disputa.
 
Milionários
 
Entre os sete candidatos a prefeito, o mais rico de todos é Barbosinha. Ele declarou à Justiça Eleitoral patrimônio de R$ 9,9 milhões, incluindo fazenda, imóvel rural em Dourados e casa em Campo Grande.
 
O segundo mais rico é o candidato do PSL. Mauro Thronicke declarou R$ 2,1 milhões, sendo R$ 900 mil em espécie, vindos da venda de propriedade rural.
 
Na terceira posição está o candidato do PT. João Carlos informou patrimônio de R$ 659,3 mil. Entretanto, no site da Justiça Eleitoral ele aparece com patrimônio de R$ 348,8 milhões.
Segundo sua assessoria, isso ocorreu devido a erro no lançamento do valor de um terreno de R$ 348 mil, lançado com três zeros a mais. O PT informou que já pediu a correção, mas o erro persiste.
 
O advogado terena Wilson Matos é o quarto colocado no ranking de patrimônio. Ele declarou bens no valor de R$ 194,5 mil. Depois aparece o farmacêutico Racib Harb, que declarou patrimônio oficial de R$ 35 mil.
 
Atual presidente da Câmara de Vereadores e, segundo as pesquisas, o principal oponente de Barbosinha na disputa, Alan Guedes declarou R$ 25,1 mil em patrimônio. Já o jornalista Jeferson Bezerra informou não possuir patrimônio.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados