Comerciantes e políticos paraguaios e brasileiros em ato para marcar reabertura da fronteira

Paraguaios comemoram reabertura da fronteira

Por Da Redação
Imagem: Divulgação
Com fogos de artifício e carregando bandeiras do Paraguai, do Brasil, do Departamento de Amambay, do município de Pedro Juan Caballero e da Câmara de Comércio e Indústria, políticos e comerciantes fizeram ato ontem para comemorar a reabertura da fronteira entre os dois países.
Os acessos a Pedro Juan Caballero foram fechados no dia 16 de março deste ano por causa da pandemia do novo coronavírus, assim como toda a fronteira paraguaia.
Entre as autoridades presentes estavam o senador Ancho Ramirez, o governador de Amambay Ronald Acevedo e o prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo. A bandeira brasileira foi carregada pelo representante da Prefeitura de Ponta Porã, o vereador Marcelino Nunes (PDT).
Desde 8h de ontem (horário de MS), o trânsito de brasileiros e paraguaios está livre entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã e entre Salto del Guairá e Mundo Novo.
Os turistas brasileiros poderão entrar em Pedro Juan até 22h (21h em MS), mas não podem ultrapassar os 30 km além da Linha Internacional. Em Salto del Guairá a circulação de brasileiros será livre das 6h às 21h.
“Mais de cinco mil funcionários do comércio desempregados. Agora é a hora de recomeçar”, afirmou em entrevista ao site Clube de Imprensa o prefeito de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo.
Segundo o vereador Marcelino Nunes, comércio de Ponta Porã também sofreu com a pandemia. Foram pelo menos 500 negócios fechados e centenas de trabalhadores demitidos.
Entretanto, ele lembrou que a pandemia ainda não terminou e pediu que as pessoas respeitem os protocolos de biossegurança das duas cidades. “Temos de usar a máscara e o álcool em gel e manter os números da doença controlados”, afirmou Marcelino.
Fim do bloqueio
As lojas do centro da cidade paraguaia reabriram em maio, mas como a fronteira continuou fechada, o faturamento do comércio pouco mudou em relação ao período de fechamento. Quase 90% das vendas são feitas a brasileiros.
Em julho, com autorização do governo paraguaio, comerciantes locais instalaram pontos de delivery para entregar mercadorias a clientes brasileiros.
Nas últimas semanas, no entanto, a fiscalização por parte dos militares paraguaios foi reduzida e muitos turistas brasileiros voltaram a circular em Pedro Juan Caballero. No dia 5 deste mês, já esperando a reabertura oficial da fronteira, as duas maiores lojas da cidade, o Shopping China e o Planet Outlet voltaram a funcionar.
Brasil
Na noite de quarta-feira (14), o governo brasileiro publicou portaria 478 da Casa Civil atualizando as regras sobre as fronteiras para permitir a entrada de cidadãos paraguaios, reciprocidade necessária para garantir a reabertura dos acessos entre os dois países.
Conforme a portaria, as restrições ainda em vigor não impedem a entrada de estrangeiros no País por via terrestre, entre a República Federativa do Brasil e República do Paraguai, “desde que obedecidos os requisitos migratórios adequados à sua condição, inclusive o de portar visto de entrada, quando este for exigido pelo ordenamento jurídico brasileiro”. 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados