• Início
  • Notícias
  • Arouca explica saída conturbada do Santos: "Tinha muita coisa errada"

Arouca saiu de modo conturbado do Santos

Arouca explica saída conturbada do Santos: "Tinha muita coisa errada"

Por Gabriel Ambrós
Terra
Imagem: Divulgação/SFC
Apesar de ter tido uma passagem vitoriosa pelo Santos, Arouca não saiu do clube da maneira que esperava. Em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva, o volante explicou os motivos que o levaram a se despedir do Peixe em 2015 para assinar com o rival Palmeiras.
"Não foi fácil sair do Santos. Muitos torcedores santistas estão chateados até hoje, mas muitos entendem também, me agradecem pelos momentos que eu passei, representei com a camisa do Santos, afinal foram cinco anos e mais de 200 jogos. Mas poucos sabem o motivo de eu ter escolhido sair, porque quase ninguém entende a maneira como foi. Eu tenho a consciência tranquila", disse Arouca.
De acordo com o jogador, houve esforço de sua parte para seguir no clube, mas o Santos tinha pendências a serem pagas: "Eu e meu falecido empresário tentamos ao máximo conservar com os responsáveis na época, como uma forma de querer continuar. Mas não gostamos do pouco caso que fizeram, ainda mais com um jogador que estava há tanto tempo no clube".
"Tinha muita coisa errada e a gente tentou conversar para resolver isso, até que a gente percebeu que fizeram pouco caso da nossa situação e foi aí que tomamos a decisão de tomar novos ares, de sair. Até porque tenho família, preciso sustentar minha família e não vinha nenhuma solução, não me passaram nenhuma solução para resolver", completou.
Arouca afirma que esperava uma iniciativa por parte da diretoria, o que acabou não ocorrendo: "Se houvesse um diálogo para tentar acertar, eu teria boa vontade. Mas não, era sempre 'vamos conversar mais para frente', ou 'não vamos conversar sobre isso', então não era assim que a gente esperava ser tratado, ainda mais de pessoas que estavam chegando no clube na época. Foi a maneira que a gente resolveu sair".
"Na época tinha duas parcelas de luvas atrasadas da época que tinha feito a renovação, tinha mais de seis meses atrasados de imagem, sem falar no fundo de garantia que não depositavam há anos, e também salários atrasados. A gente estava relevando até aí, mas queríamos entender porque estávamos nessa situação e em nenhum momento eles queriam resolver. Não que eu esperasse que eles fossem falar 'vamos pagar hoje', mas que eles fizessem um plano", explicou o jogador.
A forma como Arouca se despediu da Vila Belmiro em 2015 foi criticada por diversos santistas. No entanto, o jogador assegura que sua saída não está relacionada a problemas com torcedores.
"Não, de maneira alguma (foi uma questão com os torcedores), sei que vários ficaram chateados com a minha saída, também não queria ter saído daquela maneira, mas foi a solução que a gente encontrou porque as pessoas que estavam administrando o Santos naquela época fizeram pouco caso de resolver essa situação", finalizou.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados