• Início
  • Notícias
  • Flamengo esquece covid-19 e vence Barcelona pela Libertadores

Pedro (centro) marcou o primeiro gol da vitória do Mengão em Guayaquil

Flamengo esquece covid-19 e vence Barcelona pela Libertadores

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/Conmebol
Mengão venceu por 2 a 1 em Guayaquil, gols de Pedro e Arrascaeta no primeiro tempo
 
Nem a covid-19 evitou que o Flamengo voltasse a vencer na Libertadores. Em Guayaquil, nesta terça-feira (22), o Rubro-Negro, mesmo desfalcado de sete jogadores que testaram positivo para o coronavírus, venceu o Barcelona-EQU por 2 a 1, mantendo boas possibilidades de classificação no Grupo A. Pedro e Arrascaeta marcaram os gols do Mengão ainda no primeiro tempo, com Martinez descontando no início do segundo (veja abaixo).
 
A vitória deixa o Flamengo na segunda posição da chave com nove pontos, atrás do Deportivo del Valle-EQU. O Barcelona, sem pontuar nos quatro jogos que disputou, está eliminado.
 
O jogo
 
O Flamengo começou a partida em busca do gol e não demorou a abrir o placar no Estádio Monumental. Aos cinco minutos, Gerson fez grande jogada pela esquerda e encontrou Pedro livre na entrada da área. O atacante teve espaço para dominar e bater firme, por baixo do goleiro Burrai. Aos sete, quase o empate em cobrança de escanteio de Damián Diáz. Aimar ganhou dos zagueiros e cabeceou com perigo, mas para fora. Aos 17, foi a vez do Mengo voltar a ficar perto do gol em chute de Arrascaeta que Burrai defendeu parcialmente. No rebote, Éverton Ribeiro, de fora da área, chutou para nova defesa do goleiro equatoriano.
 
Aos 25, o segundo gol rubro-negro saiu. Pedro abriu para Éverton Ribeiro na direita e o meia percebeu Arrascaeta entrando com liberdade. O toque veio e o uruguaio bateu na saída de Burrai, a bola ainda bateu no travessão antes de morrer na rede. Depois, o Barcelona melhorou e por muito pouco não diminuiu antes do intervalo. No último lance, em contra-ataque pela direita, Damián Díaz avança e toca para Cólman quase na marca do pênalti, mas o atacante pegou muito embaixo da bola e bateu para fora, para sorte do goleiro César.
 
P segundo tempo começou com o Barcelona encontrando o caminho das redes. Logo aos dois minutos, em vacilo do sistema defensivo do Mengo, Cólman recebe de Arroyo e toca para Martínez no meio da área para bater e marcar o gol equatoriano. No minuto seguinte, o time brasileiro respondeu com Pedro, mas desta vez Burrai fez grande defesa. O empate quase veio aos 16 minutos. Após cruzamento de Vallecilla, Martínez ganha de Léo Pereira e toca na pequena área. Colmán se atrapalha e bate fraco, já sem goleiro, mas Rodrigo Caio evita o gol.
 
O Barcelona continuou apertando em busca da igualdade. Aos 23 foi a vez de Castillo tentar, mas parou em César. No fim, mais pressão dos equatorianos, com Quintero e Alvez, mas o goleiro flamenguista apareceu de novo. Aos 49 foi a vez de Preciado ter a chance, mas chutou para fora, garantindo a vitória flamenguista por 2 a 1 fora de casa. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados