Delegação do Flamengo está no Equador há uma semana

Seis jogadores do Flamengo testam positivo para Covid-19

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/CR Flamengo
Clube pediu adiamento de partida pela Libertadores, negado pela Conmebol
 
O Flamengo está no Equador há uma semana para dois jogos seguidos pela Libertadores. Depois da derrota para o Independiente del Valle-EQU pelo inesperado placar de 5 a 0 na última quinta-feira (17), joga nesta quarta (23) contra o Barcelona-EQU em Guayaquil pelo Grupo A. Para o jogo, problemas inesperados para o técnico Domènec Torrent. Seis jogadores foram testados positivo para covid-19, colocados em isolamento e estão fora da partida. O clube carioca chegou a consultar a Conmebol sobre o adiamento da partida, mas a entidade descartou a possibilidade.
 
Na lista dos jogadores que foram isolados estão titulares, como os laterais Isla e Filipe Luis, o meia Diego Ribas e o atacante Bruno Henrique. Além deles, o lateral Matheuzinho, reserva imediato de Isla, e o atacante Michael. Sem eles, restam 17 jogadores na delegação que está no Equador e outros devem chegar entre esta segunda e terça.
 
Mas esses não são os únicos desfalques do Flamengo para a partida pela quarta rodada da primeira fase. O time já não teria o atacante Gabigol, com lesão na coxa, o zagueiro Gustavo Henrique, que foi expulso na última partida, contra o Independiente Del Valle e também o goleiro titular Diego Alves, que não viajou para o Equador, por conta de uma lesão no ombro. Pedro Rocha, com lesão na coxa esquerda, e João Lucas, que faz recondicionamento físico após lesão na coxa esquerda, também são baixas.
 
Com três rodadas realizadas, o Flamengo é segundo colocado do Grupo A, com seis pontos, atrás do Independiente del Valle, com nove. Junior Barranquilla-COL tem três pontos é o terceiro e a lanterna é do Barcelona, sem pontuar.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados