• Início
  • Notícias
  • Ponte Preta passa pelo Avaí e alcança liderança da Série B

Ponte Preta passa pelo Avaí e alcança liderança da Série B

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/AA Ponte Preta
Na estreia de Ney Franco, Cruzeiro volta a vencer e se afasta da zona de rebaixamento
 
A nona rodada do Campeonato Brasileiro seguiu nesta sexta-feira (11) com dois jogos e um novo líder, por enquanto provisoriamente. Na Ressacada, a Ponte Preta-SP visitou e venceu o Avaí-SC por 1 a 0, pulando para primeira posição. Na outra partida, o Cruzeiro recebeu o Vitória-BA no Mineirão e, depois quatro tropeços, voltou a vencer, também pelo placar mínimo (veja abaixo).
 
Florianópolis
 
Avai e Ponte Preta fizeram um primeiro tempo movimentado, mas com poucas chances de gol. A Macaca teve mais posse de bola e assustou principalmente pelos pés de Moisés, que teve duas boas oportunidades de abrir o placar, a primeira, aos 23, esbarrou em grande defesa de Lucas Frigeri e, a segunda, aos 38, parou na falta de pontaria do camisa 21. Do lado do Leão, Kelvin e Valdívia até tentaram, mas não deram trabalho para o arqueiro pontepretano. 
 
Na etapa complementar, o 0 a 0 não durou muito tempo. Aos oito, Moisés sofreu falta dentro da área. Pênalti para a Ponte que João Paulo cobrou com precisão para fazer 1 a 0. Atrás no placar, o time da casa equilibrou as ações e chegou a ter boas oportunidades com Sallinas, aos 17, e Daniel Amorim, aos 27, mas nas duas tentativas Ivan apareceu para salvar a Macaca e segurar a vitória.
 
Com o triunfo fora de casa, a Ponte Preta pulou momentaneamente para ponta da tabela, com 17 pontos, junto com Paraná Clube-PR e América-MG, mas com vantagem no desempate. Já o Leão é o 11º colocado, com nove pontos somados e um jogo a menos. 
 
Belo Horizonte
 
O Cruzeiro estreou o técnico Ney Franco e começou o jogo ameaçando o Vitória. Marcelo Moreno, Maurício, Airton e Jean arriscaram nos primeiros 15 minutos, mas sem sucesso. Apesar do controle da posse de bola, a equipe mineira encontrou dificuldades para furar o bloqueio rubro-negro. Do outro lado, o Vitória insistiu nas jogadas pelo alto e apostou nos contra-ataques. E foi desse jeito que os visitantes levaram perigo já nos acréscimos da etapa inicial. Primeiro, em contra-ataque, Vico carimbou a defesa. Na sequência, após cobrança de escanteio, Leandro Silva parou em Fábio. 
 
No segundo tempo, a Raposa manteve o domínio do jogo e montou uma blitz no ataque. Maurício tentou o arremate, aos nove. Airton e Thiago tiveram duas chances cada, mas esbarraram na defesa. Aos 24, Arthur Caíke foi quem assustou. Até que, na marca dos 31, a insistência mineira enfim surtiu efeito. Arthur Caíke apareceu bem pela esquerda e fez o levantamento na medida para Régis estufar as redes e abrir o placar no Mineirão. Thiago, aos 33, não passou por Ronaldo e Régis, aos 37, acertou a trave. Já o Vitória chegou com Matheusinho, mas Fábio salvou a Raposa e garantiu o triunfo. 
 
Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos oito pontos e subiu para a 13ª posição. Já o Rubro-Negro é o oitavo, com 13 pontos. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados