• Início
  • Notícias
  • Kelly Key relaciona bronzeamento artificial a seu diagnóstico de câncer de pele

Kelly Key relaciona bronzeamento artificial a seu diagnóstico de câncer de pele

Por Guilherme Guidorizzi
Kelly Key usou sua rede social para fazer um alerta sobre os perigos das câmaras de bronzeamento. Na semana passada, a cantora revelou ter recebido diagnóstico de câncer de pele em novembro de 2019 e contou que iria se submeter a uma nova microcirurgia. "A radiação ultravioleta é a principal responsável pelo desenvolvimento destes tumores e a maioria dos casos está associada à exposição excessiva ao sol ou ao uso de câmaras de bronzeamento", explicou a mulher do empresário angolano Mico Freitas. "Acredito que este tenha sido o meu caso, pois fiz uma boa quantidade de sessões entre meus 15 e 20 anos", apontou Kelly.bronzeamento artificial 
Kelly alertou sobre risco de
Na sequência, a mãe de Suzanna Freitas, a quem é comparada pela semelhança, fez um relato sobre os perigos do procedimento estético. "A câmaras e bronzeamento aumentam em 75% a chance de ter câncer da pele quando a exposição ocorrer antes dos 30 anos de idade. Pode causar duas vezes mais câncer da pele do que tomar sol no período mais forte do dia⁣!", alertou. Kelly lembrou ainda que o procedimento está proibido no país desde o ano passado. "Todos que ignoram essa determinação e continuam apenas pensando no seu bolso, são também cúmplices dos efeitos desfigurantes que o câncer de pele pode deixar nas pessoas, alguns levando a morte", afirmou a respeito da doença que já atingiu Ana Maria Braga, curada recentemente de um terceiro tumor no pulmão.
Kelly Key retirou lesão perto do nariz
Na postagem, a cantora relatou ter feito três procedimentos em períodos diferentes. "Fizemos apenas uma pequena biópsia de uma lesão da face próxima ao nariz (um pequeno pedaço para sabermos o diagnóstico)", disse sobre o exame em novembro passado. "Retiramos essa lesão pois o resultado mostrou malignidade (câncer) pouquíssimo agressiva (confirmado até com imunohistoquímica) mas precisei retirar a lesão", completou a respeito do procedimento de três meses atrás.
Kelly tinha lesão no rosto pré-cancerígena
Criticada por fazer a faxina nesse período de isolamento social, a mulher de Mico Freitas seguiu no relato. "Aproveitamos para fazer uma 'varredura' tanto no rosto quanto no corpo... Nesse dia, retiramos mais quatro lesões: outra na face e outras três lesões pelo corpo. Faz algumas semanas que tivemos o resultado dessas cinco biópsias (aquela primeira que eu descobri, ainda tinha bordas laterais comprometidas, sem lesão profunda, e retiramos essas bordas). A outra do rosto era pré-cancerígena e das três do corpo, uma era pré cancerígena e as outras duas não tinham malignidade", explicou.
Kelly alertou sobre risco de câncer de pele
E concluiu. "Acredito que já não tenho mais nada e que mais nenhum procedimento seja necessário (hoje - 18 - tirei meus pontos)! Mas os cuidados serão eternos e todos nós precisamos nos cuidar! Muitas pessoas sabem disso, mas preferem ignorar. Não ignore! Se cuide! Precisamos falar sobre o câncer de pele! E minha missão daqui para frente será essa!", alertou a mãe de Suzanna, por quem teve o cabelo cortado semanas atrás.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados