Ponte venceu no Pernambuco com gols de Zé Roberto e Lazaroni

América e Ponte Preta avançam na Copa do Brasil

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/AA Ponte Preta
Mineiros eliminaram a Ferroviária e a Macaca despachou o Afogados
 
A Copa do Brasil está de volta para a rodada de volta da terceira fase e, nesta terça-feira (25), os primeiros a garantir classificação foram clubes da Série B do Brasileiro. Ponte Preta-SP e América-MG despacharam, respectivamente, Afogados-PE e Ferroviária-SP, seguem para quarta-fase e aguardam os demais classificados para saberem, por sorteio, quem enfrentarão. De quebra, garantiram, cada, cota de mais R$ 2 milhões.
 
Afogados da Ingazeira
 
O sol não deu trégua no Vianão, mas dentro de campo o jogo não esquentou durante boa parte do primeiro tempo. Sem achar os espaços no ataque, as equipes trocavam passes sem objetividade. Já nos acréscimos, Alisson assustou para a Ponte e viu Wallef fazer grande defesa e evitar o gol. No lance, o goleiro do Afogados se chocou com a trave e teve que deixar a partida. Logo na sequência, a Macaca teve mais uma chance e dessa vez não desperdiçou. Lazaroni cobrou escanteio e, após bate-rebate dentro da área, Zé Roberto aproveitou a sobra para estufar as redes, aos 51. 
 
Em situação delicada no confronto, com o placar agregado mostrando 4 a 0 para os alvinegros, a equipe pernambucana até tentou pressionar no início do segundo tempo levando perigo em finalizações de Júnior Mandacaru e Rodrigo. O primeiro tirou tinta da trave e segundo parou em Ivan. Mas foi novamente a Ponte Preta que voltou a marcar. Aos 21, Lazaroni cobrou falta com categoria, a bola carimbou o travessão, bateu nas costas do goleiro e morreu no fundo da meta, ampliando para 2 a 0. Com o placar confortável, a Macaca controlou o jogo até o apito final e carimbou a vaga para quarta fase.
 
Belo Horizonte 
 
Depois do empate no jogo de ida, era tudo ou nada para América e Ferroviária no Independência. Equilíbrio no placar agregado, equilíbrio também dentro de campo, mas o duelo demorou para engrenar. A primeira grande chance saiu aos 17 minutos e foi da Locomotiva. Em cobrança de escanteio ensaiada, Tony mandou rasteiro para área, Bruno Mezenga chegou batendo e viu João Paulo afastar o perigo. Do lado mineiro, Alê, aos 25, e Rodolfo, aos 27, assustaram. Mas a melhor oportunidade do time da casa aconteceu no último lance da etapa inicial. A trama começou com Juninho já dentro da área, o camisa 8 encontrou Daniel Borges, que ajeitou na medida para Matheusinho finalizar e carimbar a trave. 
 
Na volta do intervalo, o Coelho incomodou a defesa adversária em cabeçada de Eduardo Bauermann, logo aos três minutos. Mas foi só. Apesar de dominar as ações, os mineiros não encontravam o caminho até a meta paulista, pelo menos até os 30 minutos. A partir daí os mandantes montaram uma blitz no ataque. Rodolfo chegou a marcar, mas teve o gol anulado por impedimento. Juninho, João Paulo e Neto Berola também arriscaram. Mas parecia que o primeiro tempo já tinha anunciado o que estava por vir. E foi novamente Rodolfo que balançou as redes, dessa vez em posição legal e no minuto final da partida. Após jogada bem trabalhada, Daniel tabelou com Toscano e cruzou rasteiro para o atacante fazer 1 a 0 e selar a classificação do Coelho. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados