Dourados tem 1.158 casos confirmados de dengue, além de 47 de chikungunya e 12 de zika vírus

CCZ realiza mutirões de combate ao mosquito da dengue

Imagem: Divulgação
 
 O CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) continua realizando mutirões de combate à dengue em bairros de todas as regiões de Dourados, inclusive nos finais de semana. Mesmo no período de inverno, as ações continuam a todo vapor e a orientação é para que a população contribua com a saúde pública, eliminando os recipientes que possam acumular água do quintal, visto que são os pontos que o mosquito Aedes aegypti usa para sua reprodução.
 
Rosana Alexandre da Silva, coordenadora do CCZ, diz que os cuidados de prevenção ao vetor que também transmite zika vírus e chikungunya devem ser priorizados nesta estação, pelo fato de que o mosquito tem se adaptado a ela. “Sabemos que o período de maior reprodução do Aedes é o verão, por conta do calor e constantes chuva, porém, nota-se que ele tem se adaptado e mesmo com temperatura amena, infelizmente, os casos continuam”, ressaltou.
 
 
A coordenadora observa a necessidade do uso de máscaras pela população ao receber os agentes. Esta medida, recomendada pela OMS (Organização Mundial de Saúde), é essencial para evitar a propagação do coronavírus.
 
“Muitas pessoas, por estarem em casa, deixam de usar o item de proteção para receber nossa equipe e gostaríamos de lembrar a necessidade para nossa proteção e de quem está em casa também”, falou.
 
Segundo o Centro de Controle de Zoonoses, Dourados possui 1.158 casos confirmados de dengue, além de 47 de chikungunya e 12 de zika vírus.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados