Atriz começou a carreira ainda criança e maior destaque foi na série 'Glee'. Informação foi dada pelo site americano TMZ nesta segunda (13).

Naya Rivera, atriz de 'Glee', morre aos 33 anos

Imagem: Divulgação
O corpo de Naya Rivera foi encontrado no lago em que a atriz desapareceu nesta segunda (13), segundo o site americano TMZ.
A atriz de "Glee" estava desaparecida desde a última quarta-feira (8) após passeio de barco com o filho. O garoto de 4 anos foi encontrado sozinho no barco e afirmou que a mãe não voltou depois de um mergulho.
A polícia de Ventura, na Califórnia, deve dar mais informações ainda nesta segunda sobre o caso.
A atriz americana nasceu em janeiro de 1987 na Califórnia e começou a atuar ainda bebê. O primeiro destaque da carreira foi aos 4 anos na comédia da CBS "The Royal Family".
Ela fez participações especiais em vários programas, incluindo "Um Maluco no Pedaço", "Baywatch" e "CSI: Miami".
O maior destaque da carreira foi na série "Glee" quando Naya interpretou Santana Lopez, uma líder de torcida, e apareceu em 113 episódios. O musical de sucesso foi transmitido de 2009 a 2015, mas Naya saiu da produção em 2014.
Ela também era modelo e tinha uma carreira como cantora. Naya lançou o single "Sorry" com participação de Big Sean em 2013.
A atriz tinha 33 anos e deixa o filho de 4 anos que estava com ela no passeio de barco, fruto do relacionamento com o ator Ryan Dorsey. Eles se casaram em 2014, mas se separaram dois anos depois.
Histórico do desaparecimento de Naya
 
Naya alugou um barco por volta das 13h do dia 8 de julho, e saiu para navegar com o filho de 4 anos. Joey foi encontrado pela polícia dormindo na embarcação e informou para as autoridades que mãe não retornou ao barco após mergulho.
Na quinta (9), a polícia do condado de Ventura afirmou que acredita que a cantora e atriz tenha morrido em um "trágico acidente".
As autoridades também divulgaram vídeo com imagens da atriz deixando o carro na companhia do filho e entrando na embarcação horas antes de sumir durante mergulho.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados