Diário MS

Glória de Dourados encenará a 13ª edição da peça ‘A paixão de Cristo’

ENCENAÇÃO| acontece nos dias 13 e 14 de abril e é a maior peça teatral religiosa a céu aberto do Estado

DIVULGAÇÃO

Nos 13 e 14 deste mês, acontecerá a 13ª edição da Paixão de Cristo, no Parque de Exposições “Manoel Alves de Azevedo”

A prefeitura de  Glória de Dourados, através da Gerencia de Educação, Cultura  e Esporte (GEEC) estará apresentando nos dias 13 e 14 deste mês a 13ª edição da Paixão de Cristo, com início às 20h no Parque de Exposições Manoel Alves de Azevedo, DEFAP, no Espaço Auta Nazário Nobre.

A direção esta a cargo de José Manuel de Souza Júnior e toda sua equipe de produção artística e retaguarda técnica, com a participação de aproximadamente 200 atores locais e regionais.  Desde 2005 a cidade de Glória de Dourados  revive esse momento importante da vida de Jesus de Nazaré. O evangelho é encenado a partir de passagens importantes que foram narradas pelos evangelistas: Matheus, Marcos, e João Batista, destacando deste modo os últimos dias da vida de Cristo junto a seu povo.

A encenação da Paixão de Cristo é a maior peça teatral religiosa a céu aberto do Estado de Mato Grosso do Sul e faz parte do Calendário de Eventos Culturais do Estado.  O diretor da peça, José Manoel de Sousa Junior afirma: “nosso objetivo é continuar ensaiando com afinco e determinação e torcemos para que o tempo colabore na noite de quinta e sexta, 13 e 14 respectivamente, para que possamos levar ao público presente uma verdadeira demonstração do significado da passagem de Cristo ocorrida há mais de 2017 anos”, esclarece.

A gerente da Geec, professora Maria Conceição Laboissier, disse estar ansiosa pelo espetáculo teatral religioso: “com certeza teremos duas apresentações belíssimas, mesmo porque nós confiamos no trabalho que está sendo feito pelo nosso supervisor de Cultura, João Batista dos Santos, o JB, como é conhecido, pela professora Léia e pela Direção do Espetáculo. Teremos novamente brilhantes apresentações nesta que será a 13ª edição da Paixão de Cristo”, confere a gerente Conceição.

Nesta edição da Paixão de Cristo, haverá também uma apresentação do coral de professores da Escola Marinha do Brasil, que abrirá o Espetáculo com a música “o Escudo”, do Grupo Voz da Verdade.

O prefeito Aristeu Nantes (PEN) disse estar esperançoso com referência às apresentações. “Sempre acreditei na capacidade daqueles que assumem essa responsabilidade  de comandar essa peça teatral, que é a maior a céu aberto do nosso Estado, e tenho certeza que vamos ter duas grandes apresentações. Sempre priorizamos a cultura, e ela está presente em todos os momentos, mesmo porque o nosso município tem o cheiro da cultura”, ressalta Aristeu.

Na oportunidade, o prefeito fez questão também de expor as dificuldades financeiras devido à recessão econômica que o município está vivenciando no momento: “estamos com gastos inesperados nesses quatro meses de mandato, pegamos um município com muitos problemas, mas não poderíamos deixar de fazer um espetáculo como a Paixão de Cristo, que já virou parte do nosso calendário, e que mexe com nossa fé e desperta a compaixão pelo próximo. Além disso, nossa cidade recebe pessoas de todas as partes do Estado para assistir essa peça teatral, e sabemos da importância que a mesma tem”,  ressaltou o prefeito Aristeu Nantes.