Banner São Bento

FIA apresenta mudanças no sistema de punições da F1 para 2018

compartilhe:
Foto: Gazeta Esportiva

GAZETA ESPORTIVA

O Conselho Mundial de Automobilismo da FIA se reuniu pela última vez no ano nesta quarta-feira e aprovou uma série de diretrizes para a temporada 2018 da Fórmula 1Além de oficializar o calendário de Grandes Prêmios para o próximo ano, com a permanência do Brasil e recomendações sobre segurança em Interlagos, a entidade apresentou algumas mudanças técnicas e de regras para a temporada.

A mudança mais drástica foi em relação às punições via perda de posição no grid de largada. De acordo com as novas regras, qualquer piloto que for punido com pelo menos 15 posições – isto é, mude duas partes da unidade de força – largará automaticamente da última posição do grid. Em caso de mais de um piloto sofrer punições de 15 posições no mesmo fim de semana, aquele que informar as mudanças por último partirá  do fim da fila. Assim, a colocação destes pilotos nos treinos classificatórios não importarão.

“Uma mudança no sistema de punições relacionadas à unidade de força foi aprovada. Pilotos que passarem das 15 posições no grid de punição será forçado a largar do fim do grid. Se mais de um piloto for penalizado desta forma, a ordem do grid será organizada na ordem em que as faltas foram cometidas”, explicou a FIA em comunicado.

Além disso, o limite de três unidades de força por temporada, algo contestado recentemente, foi confirmado pelo Conselho. Na temporada de 2017, o limite foi de quatro peças.

Outras oito emendas foram foram anunciadas. Entre elas, estão: a introdução de novas regras relacionadas aos procedimentos de largada e relargada da corrida atrás do safety-car; mudança nos horários dos eventos para aumentar a flexibilidade; gasolina não poderá ser usada como combustível; mudanças no posicionamento das câmeras e retrovisores para acomodar o Halo; entre outros.

CORPAL
VIA MAX
Luau Indaiá-SAFETY

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS