Diário MS
Get Adobe Flash player

DEBATE CULTURAL: Fátima do Sul, um celeiro de escritoras e escritores

Wagner Cordeiro Chagas*

 

Não é apenas de importantes nomes da política mato-grossense/sul-mato-grossense que se destaca o município de Fátima do Sul. Desde o fim do ano passado, tenho me dedicado a fazer um levantamento a respeito de cidadãs e cidadãos nascidos nesta terra e cheguei a uma lista que já passa de 20 escribas, seja com livros escritos ou com textos publicados em jornais impressos e eletrônicos. Eis aqui um breve relato sobre a história dos primeiros fatimassulenses escritores e um pouco de suas obras.

 

ANTÔNIO JOSÉ DE ARAÚJO

Popular Gim do ferro velho, Antônio José é um poeta por vocação, pois aprender a ler e escrever por meio de um tio. Nasceu na cidade de Ibiassucê, Bahia, em 1934. Morou no estado de São Paulo, onde se casou. No ano de 1964 mudou-se para Fátima do Sul para trabalhar na agricultura. Em 1974 publicou seu primeiro livro de poesia, “História de Fátima do Sul em versos”; em 1982, “O Homem que Nasceu de Novo” e “Vida de Jesus Cristo em Versos”, ambos em um único livro. Por meio da Associação dos Novos Escritores de MS, publicou em 2002 o romance “Despertar de uma Jovem”. O livro mais recente, publicado em 2009, é “A História do Brasil em Versos”.

 

 

MARLI ASSUNÇÃO GOMES PEREIRA

(In memorian)

Nasceu em 1956, na cidade de Santo Anastácio (SP). Veio para Fátima do Sul nos anos de 1970 com alguns amigos para conhecer a cidade e acabou fixando residência aqui. Cursou o magistério e começou a dar aulas na cidade. Trabalhou como empregada doméstica para custear o curso de Letras na então UFMS de Dourados (hoje UFGD). Atuou nas escolas Favo de Mel (CAIC), Reino do Saber, Vila Brasil e Vicente Pallotti. Publicou em 1989 o livro infantil “O Reino das Borboletas Brancas” pela editora Paulinas. Faleceu aos 58 anos, em 2014.

 

 

 

EDSON APARECIDO DE BARROS

Nasceu na cidade de São Paulo, em 1963. Foi vendedor de cocada, sorvete, alho, professor de Informática. Mudou-se para Fátima do Sul em 1992, onde se formou em Administração de Empresas pela FIFASUL. No ano de 1997, publicou o livro de poesia e crônicas “Os Dois: Jesus e Barrabás”. Atua como programador autônomo.

 

 

 

 

 

CLAUDIA COUTINHO CAPILÉ

Nasceu em Fátima do Sul no ano de 1964. É graduada em Pedagogia e Filosofia, com pós-graduação em Filosofia Clínica. Leciona desde 1990. Trabalhou como colunista dos jornais O Zangão e Diário do Povo (hoje Diário MS), entre 1984 e 1994. Foi também funcionária da Câmara Municipal de Fátima do Sul. Por ter acompanhado vários acontecimentos da história local, publicou em 1999 o livro “História de Fátima do Sul”, pela editora Caiuás, com apoio do jornal Diário MS. Atualmente desenvolve, em parceria com o professor Wagner Cordeiro Chagas, pesquisa sobre a história das ruas de Fátima do Sul e Culturama.

 

 

 

 

 

JOÃO GIRALDELLI (In memoriam)

Natural de São Sebastião do Paraíso (MG), nasceu em 1921. No ano de 1978 veio para Fátima do Sul para trabalhar na agricultura. Espírita, João Giraldelli se destacou na cidade pelos projetos sociais, tendo sido presidente do Centro Espírita Pedro Lameira (CEPLA), entre 1983 e 1991, e do Colmeia Clube do Garoto, de 1994 a 1999. Publicou “Caminho, Verdade e Luz: Mensagens Pelo Rádio”, em 1999. Faleceu aos 88 anos de idade, em 2010.

 

 

 

 

VANDALIRA DO NASCIMENTO

Nasceu em Nova Esperança, distrito de Jateí (MS), no ano de 1970. Aos 2 anos de idade, mudou-se com seus pais para Fátima do Sul. Escreve poesias desde os 16 anos. É formada em Pedagogia e Letras pela FIFASUL, onde despertou ainda mais o gosto pela literatura. Em 2002 publicou, pela Associação de Novos Escritores de MS, o livro de poesias “Um Grande Amor”. É professora de ensino primário há 18 anos na Rede Municipal de Ensino.

 

 

 

 

 

 

* Mestre em História, formado pela Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD). Professor em Fátima do Sul.